19 de mar de 2010

Framboesa na mídia


Recentemente fizemos vários trabalhos na mídia impressa, com as framboesas. Temos que registrar estes acontecimentos afinal, desta forma tornamos as frutas vermelhas mais conhecidas. No jornal O estado de São Paulo foi capa do Caderno Paladar e capa do Suplemento Agrícola. Além disto tivemos também na telinha, pelo globo rural, e pelo canal Terra Viva.
E vamos seguindo em frente!!!
link do video na tv vanguarda http://www.vnews.com.br/noticia.php?id=61587

Framboesas na Globo Rural



Saiu na edição de março uma matéria sobre nosso trabalho com as framboesas. Vale a pena conferir!

18 de mar de 2010

Castanhas Portuguesas - a maior fonte de energia por hectare


As castanhas, devido ao seu alto teor de amido, e a sua grande produtividade, possuem o maior valor calórico por hectare, os chineses sabem disto e usam-na para tratamento dos seus animais, especialmente os suínos.
Aqui nós utilizamos uma máquina que separa as castanhas em três tamanhos, a menor é usada para engordar os suínos, as médias fazemos a pasta de castanha, um tipo de doce muito saboroso e as de maior calibre são vendidas a Kilo.

3 de mar de 2010

O primeiro barril a gente nunca esquece.

Chegou importado da Espanha o primeiro Barril, feito de carvalho americano, para nossa cantina. Nele vamos deixar envelhecer 225 litros de um corte de Shiraz, Cabernet Sauvignom e Cabernet Franc (65%, 25% e 10% respectivamente). Daqui 3 meses saberemos como ficou.

Safra 2009-2010- A cada ano mais frutos .






Neste verão a colheita foi bastante farta. Na primavera choveu acima da média, jáno verão as chuvas foram mais escassas e as altas temperaturas fizeram deste ano, especialmente para as uvas um excelente no agrícola. Um brinde a Demetria e a Ceres!

A primeira colheita do lúpulo

Foi em fevereiro que colhi os primeiros cones do lúpulo. Depois de secos vou encaminha-los ao amigo Ricardo que é mestre cervejeiro no Rio de Janeiro para que faça então a verdadeira cerveja artesanal deita com cones in natura de lúpulo. Vamos ver se há diferença.